• 08
    mar

    Um Pensamento Perturbador
    Postado por: Lucas Thomé | Seção: Videos

    Sei que hoje em dia parar para ver um vídeo de 12 minutos é bem raro. Mas acreditem: é só dar play que, por alguma bruxaria, você verá esse vídeo todo. É tão interessante assim.

     

    O nome desse astrofísico é Neil deGrasse Tyson, e tudo o que sabem dele é isso:

    Malditos memes.

     

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  • 50 respostas para “Um Pensamento Perturbador”

    1. Marcos disse:

      Muito legal esse vídeo, e faz sentido as coisas que ele disse.

    2. Seiryu disse:

      O_O ………………………………………………. mano, nunca tinha pensado por esse lado

    3. Yago disse:

      Quando eu crescer quero ser tão inteligente quanto ele.

    4. Beatriz disse:

      Ele é muito foda, simplismente isso que eu digo. Vi o video até o final e não me decepcionei. Nunca havia cogitado a ideia de a vida daqui ter vindo de Marte, lol.
      Muito bom MESMO esse video.

    5. Zaupa Junior disse:

      cara, sensacional

    6. Fernando disse:

      Impressionante teoria, muito claro e inteligente…
      E realmente, por alguma bruxaria, você fica preso 12 minutos no vídeo sem conseguir desligar…

    7. Rafael disse:

      Palmas, simplesmente ele disse o que todos os humanos deveriam saber.

    8. Anderson disse:

      É bem provável que esse cara já tenha sonhado em ser famoso por seus conhecimentos astrofísicos.

      Pois é… Ele ficou famoso… Mas não foi exatamente por seus conhecimentos…

    9. Felipe disse:

      Fiquei pasmo. o cara é muito foda mesmo .. e digo o mesmo que ele, quero estar aqui quando ocorrer essas coisas. muito massa mesmo, valeu Lucas por compartilhar o vídeo com a gente :D

    10. Alan disse:

      Doze minutos foram POUCO… um assunto interessante e realmente convidativo ao raciocínio… Parabéns pelo post, abriu meu apetite para mais algumas buscas no youtube! Obrigado!

    11. Leonardo disse:

      Esse cara é simplesmente brilhante. Assisti muitos documentários do History Channel de que ele participava. Ele é responsável por uma séria pesquisa a respeito de viagens no tempo. Ele é foda!

    12. Tereza disse:

      Completely disturbing! I have never thought about that, shit, he is likely to be right about his assumption!

    13. Gustavo Barreto disse:

      Muito bom esse cara! O que já sabia previamente (graças ao big bang) é que ele tava na comissão que rebaixou plutão D:!

    14. Nassib disse:

      Muito bom o post. Mas deixo aqui uma frase para pensarmos no outro lado da moeda:

      “We also share about 50% of our DNA with bananas and that doesn’t make us half bananas, either from the waist up or the waist down.” [1]

      Steve Jones
      Scientist, Evolutionist
      ;)

    15. Rafael disse:

      Esse cara é um gênio! E um dos meus ídolos… além de ser um super divertido. As pessoas deveriam procurar conhecer mais dele, além do meme. Procrem algumas outras de suas palestras no YouTube. Fico feliz de vê-lo estrelando n’O Verso do Inverso.

    16. Li disse:

      Simplesmente perfeito, adoraria que o blog tivesse mais postagens como essa!

    17. Fu disse:

      @Anderson, ele na verdade já participou de uns par de documentários científicos. Se não me engano, no The Universe do History ele aparece direto. Então, de certa forma, ele é famoso pelos seus conhecimentos, não só por ter virado meme.

      Sobre o que ele disse, é complicado. HOJE temos bactérias super resistentes – e que mesmo assim é dificil dizer se sobreviveriam a carbonização na entrada da atmosfera ou ao impacto ou até mesmo à viagem interplanetária – o problema é que a vida, pelo menos as primeiras formas, eram muito frágeis, muito simples. Esperar que as mesmas sobrevivam à radiação e ao calor do espaço ou ao impacto com a superfície da Terra é algo complicado. PODE ter acontecido, mas é algo extremamente remoto.

      Sobre os chimpanzés tb é complicado. Golfinhos também são muito inteligentes, assim como os corvos. E se compararmos o nosso DNA com o deles, a diferença é muito maior que 1-2%.. porque os nosso ancestrais comuns com os corvos ou com os golfinhos, são muito mais longíncuos em relação à um primata, o chimpanzé. Então sim, a diferença dentre o DNA com os chimpanzés são esses 1%, mas isso não quer dizer lá muita coisa.. até porque a diferença dentre o nosso DNA para com o DNA de uma outra forma de vida, vai ser lá pelos 90-100%, já que a vida naqueles indivíduos começaram em separado com a do nosso. MAS, eu entendo a lógica do cara. É um pouco exagerado (sobre como eles nos tratariam, por exemplo), mas tem a lógica por trás.

    18. lucas disse:

      uii cuidado ele sabe falar coisa intenligentes!
      brincadeira,mas ficou muito bom o video !

    19. Samecolour disse:

      Deve ser parente de mike tyson. xD

    20. Luiz Vinicius disse:

      Realmente como já dissera muito bom, prende atenção e ele não esta falando besteira, apesar de teorias parecem fazer muito sentido e não espero que ele esteja certo, afinal quem aqui quer virar experimento?

    21. [...] uiui: quem diria que o meme saiu daqui hein [...]

    22. Cipriano disse:

      INCRÍVEL! Realmente é triste saber que MUITA gente conhece esse cara apenas por ser um meme. Eu mesmo não sabia que ele era tão incrível assim.

    23. Gustavo disse:

      Simplesmente gênio

    24. Neto disse:

      Ja conhecia ele…. Esse cara é muito foda, passou uma entrevista no discovery channel falando sobre esse assunto

    25. Stephen disse:

      Ui! Só ele sabe quem ele é.

    26. O Bronco disse:

      Eu conhecia esse cientista de documentários e realmente o cara é bom. Você tinha razão quando disse que o vídeo era super interessante. E eu tenho que confessar que odeio esses memes.

    27. laura disse:

      0-0 nossa

    28. RPGloko disse:

      Caramba! Esse cara é foda!

    29. Bruno disse:

      É Foda um cara que recebeu a maior medalha de honra civil da NASA ser conhecido por ser apenas um desenho!

    30. Diego disse:

      Realmente assisti os 12 min, e assistiria 48min sem problema nenhum.

      Ele é um grande orador, usa tao bem as palavras.
      Grandes pesquisadores ate donas de casa conseguem entende-lo

    31. Ruka disse:

      Lucas Thomé também é Astrofísica! =D

    32. robert disse:

      cençasional esse video! note déis

    33. Beto disse:

      Gostei muito do vídeo,
      bastante interessante mesmo!
      Esse cara é inteligente e tem uma forma de raciocínio muito legal.

    34. Laura disse:

      Eu, do alto dos meus 13 anos, aplaudi junto com os espectadores quando acabou. Primeiramente pensei: Cara, como eu vou ver 12 minutos de um vídeo sobre Astrofísica? Mas resolvi tentar e não me arrependo, isso me fez ter todo um novo conceito sobre a humanidade e o universo.

    35. therock disse:

      Obrigado por postar o video….muito muito interessante…nunca acharia ele…

    36. lucas disse:

      Muito bom. Gostaria que tivesse mais posts como esse no blog.

    37. Fabio F. disse:

      Ui! Eu sou um Gênio!!!kkkkkk…….putz ,é realmente um pensamento pertubador , 1% parece pouco ,mas sobre esta perspectiva…….

    38. Letícia disse:

      Esse cara é muito foda, doido. E nem reparei que era ele a origem do meme. hehe

    39. [...] ao deles ( admitindo que eles já dominem a viagem especial)? Para você entender melhor a idéia, clique aqui e assista o vídeo. Dessa forma, a melhor das hipóteses frente a uma invasão alienígena é a escravidão e a pior, o [...]

    40. muito bom assisti ele todo e o cara é simplesmente um pensador nato.

    41. [...]   Sim, ele é o cara do meme “Watch out, we got a bad ass over here” (ou o abrasileirado “Ui Ui”) e você deveria clicar aqui para ver esse post em que ele faz um questionamento bem perturbador. [...]

    42. Muito bom esse vídeo. A partir dos 07:34 foi um dos pensamentos mais fodas que eu já vi.

    43. Anônimo disse:

      Inacreditável…

    44. Galera, genial os comentários e tudo. Neil certamente é um grande pensador. Mas questiono sua teoria sobre essa vida 1% diferente e tão superior em inteligência quanto nós… Simplesmente, não creio que a relação entre diferença de DNA e crescimento em inteligência seja tão linear assim… pois os nossos feitos em todas as áreas de conhecimento são realmente memoráveis, e portanto, para nos superar em capacidade, precisaria de fato MUITO mais capacidade intelectual do que temos. E não acredito que outros 1% de diferença seriam suficientes, pois essa relação provavelmente não seria linear e sim exponencial.

    45. Mais que um pensamento perturbador, um pensamento fascinante!

    46. Olha, e provavelmente provavel, do que provavelmente ser improvavel que isso seja verdade, acho quwe concerteza e, as estrelas mandaram "vida" pra todo lado, por que isso nao seria verdade? toda essa inteligencia de 1%, crianças fariam sinfonias, e oque os adultos fazeriam. Sabe, eu so to resumindo oqeu ela disse, isso tudo comecou no macaco que ele disse. Eu ficaria feliz que tudo fosse verdade, e que nos ja soubessemos de sua existencia.

      Esse cara é foda.

    47. Anônimo disse:

      O que eu acho mais intrigante é que a vida inteligente na terra tem pouco menos de 25 mil anos de existência. Isso é nada em relação ao tempo de existência do universo. O que imagino é que como o desenvolvimento não se deu por igual em todo o universo (Marte já havia "morrido" quando a vida surgiu na Terra), há grande possibilidade de haver vida simultaneamente em diversos pontos, mas em diferentes estágios de desenvolvimento. Se imaginarmos que esse desenvolvimento foi semelhante ao desenvolvimento humano (com os nossos estágios), compreenderemos como é praticamente impossível o contato entre as civilizações.
      Imaginemos que hoje, com toda a nossa tecnologia, descobríssemos vida num planeta a dois anos-luz daqui (em termos astronômicos, "logo ali"). Com nossas naves atuais, levaríamos "apenas" 345 mil anos na viagem para uma visitinha (só a ida). Mesmo uma civilização capaz de construir naves mil vezes melhores que as nossas levaria 345 anos na viagem (isso, se o planeta fosse "logo ali"). Quase 700 anos de viagem (ida e volta) não parece muito plausível.
      Pra piorar, vejamos: se essa civilização existisse e nos tivesse descoberto há apenas 120 anos, por exemplo, não adiantaria mandar sinais de rádio ou outra comunicação qualquer (nem eletricidade tínhamos descoberto ainda), teriam que vir pessoalmente. Com 345 anos de viagem, chegariam aqui daqui a quase 200 anos, quando o efeito estufa, armas nucleares e sei-lá-mais-o-quê provavelmente já terão exterminado a raça humana. Eles perderiam a viagem. E se chegassem hoje, com as dezenas de línguas que falamos, talvez não conseguissem ser entendidos por nós.
      O que quero dizer é que as condições para o contato de civilizações (que estejam relativamente próximas, para que o tempo de viagem seja factível, e em estágio semelhante de desenvolvimento intelectual, para que comunicação seja efetiva) são tão especiais que é praticamente impossível, matematicamente. Seria como se você tivesse um telefone, mas na casa de seu amigo o telefone não tivesse campainha. Assim, quando você discasse ele só poderia falar com você se por acaso tirasse o telefone do gancho no momento exato. A mensagem seria enviada (chamado) mas não teria como ser recebida (o aparelho chamado "não entende" que está sendo chamado). Seria mais ou menos como se um astronauta de hoje encontrasse "logo ali" um planeta que fosse exatamente a Terra de 20 mil anos atrás, e ficasse tentando contato com os homens das cavernas…

    48. joaolima, seu pensamento está corretíssimo. Muito sensato, coerente e científico. E bem escrito.

      Mas sua falha está em se apoiar totalmente na ciência newtoniana de hoje, com 3 dimensões de espaço e uma de tempo. Uma civilização mais inteligente, ou pelo menos que tenha 100, 200 ou 1000 anos a mais do que a nossa (o que é um piscar de olhos na história do universo) pode muito bem conhecer, entender e saber usar coisas como física quântica, curvatura do espaço, talvez outras dimensões de espaço e tempo e outras coisas que nem imaginamos que exista.

      Sabendo usar essas coisas, sabe-se lá o que seria possível? Viagens muito acima da velocidade da luz, talvez viagens no tempo, usar a matéria e energia escura do universo como fonte de energia e propulsão, conhecer universos paralelos, e tantas outras coisas 'impossíveis'.

      Seria a mesma coisa que comparar uma formiga (que está presa a um mundo em 2 dimensões), com uma abelha, que tem uma dimensão a mais para se movimentar livremente e pode fazer coisas que as formigas nem imaginam ser possível.

      Isso pra não contar as teorias, menos plausíveis mas não totalmente descartáveis, de que existam civilizações muito mais próximas do que imaginamos: em Marte, em Vênus, no lado oculto da Lua e talvez até mesmo no subterrâneo terrestre. Afinal, se o homem está desenvolvendo tecnologia que pode ser usada sobreviver e colonizar o espaço, a Lua e Marte, por que não acreditar que outras civilizações podem estar fazendo isso há milênios?

      Lembre-se de que há pouco mais de 100 anos, 'pelas leis da física', era 'impossível fazer voar algum objeto mais pesado do que o ar'. E isso era defendido pelos cientista mais brilhantes, mais famosos, mais respeitados da época.

      A cada dia, o Hubble e os aceleradores de partículas mostram novas coisas que deixa os cientistas intrigados, do tipo "mas como? isso não era pra acontecer! De acordo com as leis da física conhecidas, isso é impossível!".

      Por isso que Einstein dizia que a imaginação é mais importante do que o conhecimento.

    Deixe uma resposta

  • Page 1 of 11

Layout por Mila Souza. Programação por Bruno Braga