Nessa lista você vai encontrar a cobra mais estranha, a mais rápida, a mais venenosa, a mais safada e até uma que voa. Sérião.

1- Cobra tromba de elefante

- Ela recebe esse nome por causa da sua pele enrugada e flácida, tipo a de um saco. De supermercado, sabe?

- A cobra tromba de elefante só é encontrada na Indonésia e tem parentes, claro, na Austrália.

- Pode crescer até 2,5 metros e é completamente aquática. Felizmente eu não gosto muito de mar e tô a salvo.

- Na terra ela fica vulnerável pois não consegue se locomover com essa pele flácida. Sempre quando ela sai para tomar um sol ela sofre bullying pois parece uma lagartixa sem pernas. Mentira.

A cobra tromba de elefante é constritora, e abate suas presas por asfixia. Ela é bem sangue nozóio e matar enguias e bagres com facilidade. A sua pele ainda ajuda para que o peixe não escape, caso seja escorregadio.

Por ela ser bem mais larga que uma cobra comum, ela pode passar a impressão de ser bem maior do que realmente é. E, bem, ela já é grande, então pense como deve ser confortante encontrar uma dessas depois de um mergulho na Indonésia.

2- Cobra de tentáculos

- Ela chama atenção pelos tentáculos na cabeça, mas não são apenas ornamentos.

- A cobra usa-os para captar o movimentos dos peixes e antecipar a sua fuga. Ela é uma maldita cobra profeta.

- Sim, ela é bem motherfucker a essa ponto. Ela irá virar a cabeça exatamente na direção da fuga do peixe, e o pobre coitado irá nadar diretamente para lá.

- Ela, além de tudo, é venenosa e atinge até 1m de comprimento.

Como se já não bastasse ser venenosa, ter 1m e antecipar o movimento dos peixe, essa é também uma das cobras mais rápidas que você irá ver por aí. O seu ataque dura incríveis 15 milissecundos.

O bote é genial: a cobra movimenta a parte do meio do corpo para que o peixe se assuste e nade na direção oposta. Depois ela angula perfeitamente sua cabeça para que o peixe nade em direção a sua boca.

 

3- Cobra Garter

- As cobras mais safadinhas do reino animal e organizam orgias toda hora.

- Quando chega a hora de hibernar, elas se amontoam em um número de até 30 mil cobras. O que provavelmente deve ser a coisa mais aterrorizante de se ver.

- Depois da hibernação, elas saem da toca a procura de apenas uma coisa: comida. Nos dois sentidos.

- Se uma cobra garter fêmea aparece, mais de 100 machos vão pular nela e tentar se dar bem.

Isso vira uma verdadeira bola do amor, mas apenas um dos machos vão conseguir cruzar com a fêmea. Os outros 99 vão provavelmente fazer amor com o ar ou com outro macho desavisado.

Bem, depois do coito vai rolar aquele climão maneiro onde nenhum dos envolvidos vão conseguir se olhar no olho mais. Apesar disso, a vida dessa cobra (pelo menos da fêmea) é bem divertida.

 

4- Cobra voadora

- É sério, ela voa. E não, ela não tem asas.

- A cobra voadora se lança do alto de árvores e se movimenta no ar, planando e caindo onde bem entender.

- Felizmente elas são consideradas inofensivas e você não irá morrer se uma dessas cair em sua cabeça.

- Seu veneno não é tão tóxico e não é capaz de matar um ser humano adulto. Porque elas voam né, aí não seria justo.

Essa cobra pode escalar árvores até alturas absurdas e, quando não achar mais presas por lá, se lança até o chão e procura outra árvore cheia de presas fresquinhas para abater.

Para isso, ela fica na ponta do galho, angula seu corpo para onde quer planar, e dá um impulso. Depois disso ela irá fazer movimentos com o corpo como se estivesse rastejando no chão.

 

5- Inland Taipan

- Ela é a cobra mais venenosa do mundo. Vive na Austrália, claro.

- Uma picada dessa cobra leva um homem adulto à morte em apenas 20 minutos.

- A Inland Taipan é simplesmente 10 vezes mais venenosa que sua concorrente.

- Ela não é particularmente agressiva e o encontro com humanos é bem raro, pois se esconde bem.

O que me deixa pensando: nenhuma cobra é agressiva, se não for provocada. Mas quem em sã consciência quer provocar uma cobra? Todos os acidentes com cobras são, na verdade…. acidentes.

Ou seja, se todos os acidentes são acidentes, de que importa uma cobra não ser agressiva se eu posso pisar uma por acidente e morrer acidentalmente? Não entendeu, né? Nem eu. Bem, vou resumir: não vá para a Austrália.